31 de maio de 2016

Maurício do Vale Apodera Novilheiro Diogo Peseiro

A mostrar _TTZ5953.jpgO conhecido crítico taurino Maurício do Vale vai ser desde ontem dia 30 de maio de 2016 o apoderado em Portugal do jovem novilheiro Diogo Peseiro,o acordo foi selado com o tradicional aperto de mão e com duração indeterminada, Peseiro vai contar ainda com a preciosa ajuda do conhecido bandarilheiro Pedro Gonçalves que se prontificou a arranjar contactos em Espanha com a intenção de arranjar um gestor da carreira do espada português, visto que vai em breve debutar com picadores.
Diogo recordou ainda a imensa gratidão que tem de ter sido aluno da Escola de Toureio do Campo Pequeno, onde não se esqueceu de referir os seus maestros Rui Bento Vasquez, Américo Manadas e o saudoso por motivos de doença devido ao acidente que sofreu á dois anos quando participava num programa de televisão José Luís Gonçalves.
Sorte para ambos!!!
Compartilhar:

Sérgio Nunes Apurado Para Final do Bolsín de Alba de Tormes (Salamanca/Espanha)

O jovem novilheiro da Escola de Toureio do Campo Pequeno Sérgio Nunes foi apurado para a Final do Bolsín de Alba de Tormes em Salamanca / Espanha, final que acontecerá no próximo dia 12 de Junho tendo decorrido a fase de apuramento (segunda eliminatória) no passado sábado dia 28 de Maio de 2016 onde participaram os também novilheiros Alberto Alcalá e José Bonilla (Salamanca), Juan Collado de Navas del Rey (Madrid), “El Adoureño” (França) e Álvaro Martín Seseña (Madrid) frente a vacas da ganadaria de Hermanos Carbonel.
Compartilhar:

Forcados do Ramo Grande (Açores) Enviam Carta Ao Diretor Regional da Cultura

Passamos a transcrever a carta que o Grupo de Forcados do Ramo Grande dos Açores escreveu ao Diretor Regional da Cultura, conforme publicaram na sua página de “Facebook”.


“Publicamos a carta que enviada ao Sr. Director Regional da Cultura, na qualidade de coordenador da Comissão de Tauromaquia dos Açores, solicitando a revisão do regulamento tauromáquico e composição da comissão, tendo em conta que o representante dos Grupos de Forcados, Adalberto Belerique, não tem condições de nos representar depois dos actos da última assembleia geral da Associação Nacional de Grupos de Forcados, onde esse senhor propôs a expulsão dos Forcados do Ramo Grande da referida Associação. Ora, não podemos ser representados por quem nos quer ver expulsos. Mais grave do que isso são as razões invocadas para tal expulsão como, por exemplo, o facto de não ficarmos no local que nos estava destinada na Praça de Toiros da Graciosa. Tal não aconteceu porque estava um calor muito forte e com a autorização do grupo mais antigo em praça e do Director de Corrida mudámos de local, durante a Tourada. Lamentamos estas atitudes do cabo da tertulia tauromáquica terceirense que em vez de unir os intervenientes na Festa, faz tudo para dividir. Não confundimos a história de uma instituição tão importante, com atitudes mesquinhas que envergonham as várias gerações que ali trabalharam a favor da tauromaquia terceirense

Compartilhar:

Cartaxo com Cavaleiros Definidos Para 17 Junho'16

As festas da Cidade do Cartaxo conta na sua programação com a tradicional corrida de toiros de sexta-feira que se realiza a 17 de Junho de 2016 pelas 22horas, onde vão evoluir na arena os cavaleiros Ana Batista, Manuel T. Bastos, Duarte Pinto, José C. Portugal o praticante Parreirita Cigano e a Amadora Soraia Costa, fica ainda por anunciar o ou os Grupos de Forcados assim como também a ou as Ganadarias que iram estar presentes na corrida.
Compartilhar:

Pablo Hermoso de Mendoza - Expectativas dos Intervenientes para a 3ª Corrida do Abono'16 no Campo Pequeno

Pablo em ombros e uma orelha para Léa Vicens em Córdoba


Os Rejoneadores Pablo Hermoso de Mendoza (espanhol) e Léa Vicens (francesa), que quinta-feira actuam no Campo Pequeno, cortaram duas e uma orelha, respectivamente na corrida de domingo à tarde, na cidade espanhola de Córdoba.

Léa Vicens vem confirmar a alternativa ao Campo Pequeno, no dia 2 de Junho, alternando com Pablo Hermoso de Mendoza e o português João Moura Júnior e, no sábado seguinte, dia 4, submete-se a idêntica prova, em Madrid (Las Ventas), também na companhia de Pablo Hermoso de Mendoza.

A propósito da sua confirmação em Lisboa, Léa Vicens, que define o seu toureio como um misto de “classicismo e modernidade, mas sempre privilegiando a abordagem frontal ao toiro”, diz estar maravilhada por tal facto e reitera para o Campo Pequeno o título de “Capital Mundial do Toureio a Cavalo”.

“Ali o público entende e valoriza o que o cavaleiro faz na arena”, sublinha.

Compartilhar:

Crónica da Corrida da Feira de Maio na Azambuja - 29 de Maio de 2016

Forcadagem Salva a Corrida
No passado dia 29 de Maio de 2016 pelas 17 horas, a vila ribatejana da Azambuja recebeu a sua tradicional corrida de toiros integrada na sua centenária e castiça feira a anual de maio, feira integrada no XVII mês da Cultura Tauromáquica.

A praça encheu-se até meio numa tarde de sol e calor para ver o cartel que era composto pelos cavaleiros Luís Rouxinol, Tito Semedo e pela cavaleira Sónia Matias que disputaram o troféu para a melhor lide a cavalo tendo repartido o cartel com os Grupos de Forcados das Azambuja, Cascais e do Redondo que disputaram o troféu para a melhor pega frente a toiros das Ganadarias Herd. Camarate, João Ramalho, Irmãos Dias, Varela Crujo, Gregório Oliveira e Santiago que disputaram entre si os troféus Bravura e Apresentação.
Compartilhar:

30 de maio de 2016

Amorim Ribeiro Lopes - Expectativas dos Intervenientes para a 3ª Corrida do Abono'16 no Campo Pequeno

Amorim Ribeiro Lopes: “Muita emoção e um grande misto de sentimentos

Amorim Ribeiro Lopes, cabo do Grupo de Forcados Amadores de Coruche, que este ano anunciou a sua retirada das arenas, afirma que a corrida da próxima quinta-feira, no Campo Pequeno vai por si “ser vivida com muita emoção e com um grande misto de sentimentos”.

É a corrida da sua despedida do público de Lisboa e, já em jeito de balanço da sua actividade como forcado, lembra ser “sempre especial pegar no Campo Pequeno, e se foi nesta Praça que tive as maiores lesões também senti que tive aqui bons triunfos e muitas alegrias. Este dia será ainda mais especial porque deve ser a minha última pega no Campo Pequeno. Peço a Deus que me ajude que a vontade não podia ser maior”.

Sobre o momento actual do grupo, diz estar “num momento extraordinário, com um ambiente fantástico, com novos elementos mas com muitos forcados já experientes. Está preparado para uma transição, que tem vindo a ser feita gradualmente, com orgulho no passado e confiança no futuro, assegurando que os principais valores do Grupo se manterão.”

“ O Grupo está tranquilo, seguro de que passa uma boa imagem do que é ser Forcado Amador”, acrescenta.

Sobre o significado que, no seu entender o Campo Pequeno tem para o Forcado, Amorim Ribeiro Lopes é directo: “O Campo Pequeno é uma referência para qualquer aficionado pela história, pelo ambiente, pela tradição, e, como tal, pegar no Campo Pequeno tem uma magia especial, é o que qualquer forcado um dia espera conseguir. É quase um "prémio", um reconhecimento pelo bom momento de um forcado. É uma grande responsabilidade mas acima de tudo um sinal de confiança num forcado, por isso tem um sabor especial”.

E conclui: “O Campo Pequeno, sendo a catedral do cavalo, é também, ou ainda mais, a catedral do Forcado Amador. O sonho de qualquer jovem quando pensa em ser Forcado é um dia poder fardar-se e pegar no Campo Pequeno.”
Compartilhar:

29 de maio de 2016

28 de maio de 2016

Vasco Pinto - Expectativas dos Intervenientes para a 3ª Corrida do Abono'16 no Campo Pequeno

Vasco Pinto: “A corrida de 2 de Junho no Campo Pequeno vai ser muito, muito especial”

O Cabo do Grupo de Forcados Amadores de Alcochete, Vasco Pinto, considera a corrida de 2 de Junho, no Campo Pequeno, como “muito, muito especial”, por marcar a sua despedida do público da primeira praça do país.“Será com um misto de emoções que pisarei a arena da primeira praça do país e esse dia vai ficar marcado para sempre na minha vida” referindo também ter sido um sonho de menino pegar no Campo Pequeno.

“Cresci a sonhar pegar no Campo Pequeno. Tive o privilégio de concretizar esse sonho várias vezes e espero que a sorte me acompanhe para me despedir da melhor forma desta mítica praça”, manifesta como desejo pessoal.

Vasco Pinto entende que o Campo Pequeno significa para um forcado o “teatro dos sonhos”, onde todo o forcado “sonha fazer a pega que idealiza. A rica história da Praça de Toiros do Campo Pequeno tem sido escrita de grandes momentos e são esses momentos, mais recentes ou mais longínquos, que continuarão a fazer parte do imaginário de quem pisa aquela arena, ou ambiciona pisá-la um dia”.



Sobre o momento do Grupo de Forcados Amadores de Alcochete, agora que poucos dias faltam para 17 de Junho, data em que, em Alcochete, passará a chefia do grupo a Nuno Santana, afirma: “O Grupo atravessa um excelente momento de forma, conta com muita gente nova com valor e que quer chamar para si a responsabilidade dos grandes momentos. A “espinha dorsal” tem-se mantido nos últimos anos e isso tem permitido que os mais novos cresçam sem pressa e de forma sustentada, o que é muito importante para que possam dar o seu contributo durante vários anos. Apesar de estarmos ainda no início da temporada, estou certo de que nos apresentaremos em grande forma e ao nosso melhor nível.”
Compartilhar:

João Salgueiro - Declarações dos Intervenientes da Corrida em Almeirim

Faz dia 29, 28 anos que tive o dia mais emocionante da minha carreira o dia da minha alternativa!

Foi mesmo um sonho tornado realidade, em que o meu avô com o testemunho de meu pai, me concedeu a alternativa.

Foi um dia único para mim e para a historia da tauromaquia, três gerações em linha directa presentes na arena de Almeirim, terra onde nos une fortes raízes e onde perduram grandes amizades. É por isso também um orgulho, que mais este importante acontecimento seja realizado aqui em Almeirim.

Agora dia 29-5-2016 a história vai-se tornar única outra vez, pois irão ser com a alternativa de meu filho João, 4 gerações em linha directa profissionais do toureio a cavalo, desta feita testemunhada por meu pai, por mim, pelo meu primo António Salgueiro Lopes Aleixo, também ele cavaleiro de alternativa, tornando todo este acontecimento sem qualquer dúvida um orgulho para a nossa família e para todos os portugueses, por testemunharem a continuidade da maior dinastia do toureio a cavalo.

Espero que este dia seja tão importante para o meu filho como o foi para mim à 28 anos, pois foi o início de uma carreira em que graças a Deus, os bons momentos superaram os maus.

Tenho esperança que este seja o primeiro dia de uma carreira recheada de triunfos e realização pessoal para o João e que todos nós possamos assistir com muita alegria e felicidade a esse seu sucesso!

Espero que todos nos acompanhem nesta festa tão importante para todos nós, família, amigos, aficionados.

Forte abraço!
João Salgueiro
Compartilhar:

27 de maio de 2016

26 de maio de 2016

Grande Reportagem na Revista LUX ao Cavaleiro Joao Salgueiro

Ontem, 4ª feira dia 25 de Maio, saiu a revista LUX onde da a conhecer uma outra face de João Salgueiro da Costa, nos dias que antecedem a sua alternativa do próximo dia 29 de Maio em ALMEIRIM.

Também no campo mediático e social, a tauromaquia não foge do interesse dos grandes OCS que sabem o quanto esta atividade é querida a milhões de portugueses.  
Compartilhar:

António Telles - Declarações dos Intervenientes da Corrida em Almeirim

Pede-me o meu amigo Paulo Pessoa de Carvalho, para escrever meia dúzia de palavras sobre a Corrida de domingo em Almeirim onde toureia o João Salgueiro da Costa, que tira a Alternativa.

Paulinho tenho muito gosto em tourear esta corrida, a semana passada o teu sogro que é uma pessoa que eu adoro, telefonou-me a dizer que queria falar com o meu pai e também comigo, foi então á Torrinha convidar o meu pai para ir á Alternativa do neto, e ao mesmo tempo oferecer-lhe uma fotografia do seu avô, Fernando Andrade, grande amigo e também Mestre do meu pai, claro está que a conversa foi parar ao Senhor Doutor Fernando Salgueiro, também grande amigo do meu pai que contou logo ao Fernandinho sobre aquela vez que o seu pai lhe emprestou o “Corinto” para fazer as cortesias no Campo Pequeno, no dia que a escola de Viena de Áustria se exibiu.

O meu pai comoveu-se com o Fernandinho, agradeceu-lhe o convite e pediu-lhe um beijo e, chorou! Não tenho vergonha de dizer que também chorei.

Agradeço ao João ter-me escolhido para fazer parte do cartel da corrida da sua Alternativa.

Desejo-lhe muita sorte, e que este dia fique gravado na História da Tauromaquia!

Um abraço,
António Ribeiro Telles
Compartilhar:

Tauromaquia de Luto pelo Campino

A equipa do “Pátio de Quadrilhas” endereça os mais sinceros e sentidos pêsames a toda a família e amigos do valoroso campino de 69 anos de idade o Sr. João Inácio mais conhecido por João Preceiro, pai do não menos conhecido campino e maioral da Ganadaria António Silva João Inácio vulgo “Janica”, que faleceu hoje dia 26 de Maio de 2016 de madrugada na unidade hospitalar de Vila Franca de Xira depois de ter sofrido um Acidente Vascular Cerebral (AVC).

As cerimónias fúnebres decorreram amanhã sexta-feira dia 27 de maio pelas 17 horas na Igreja da Misericórdia segue depois o cortejo fúnebre para o cemitério de Samora Correia.

Que descanse em Paz!!!
Compartilhar:

25 de maio de 2016

24 de maio de 2016

Campo Pequeno - Corrida "Surpresa” com Cartel Rematado



Andy Cartagena, o primeiro rejoneador a sair em ombros pela porta grande de Las Ventas (Madrid) na presente feira de Santo Isidro, bem como o Grupo de Forcados Amadores de Vila Franca de Xira, que pegarão os seis imponentes toiros de Canas Vigouroux em solitário, são as principais surpresas do cartel da “Corrida Surpresa” do próximo dia 16 de Junho, no Campo Pequeno.

No cartel estão também o primeiro triunfador desta temporada em Lisboa, João Ribeiro Telles Júnior e Rui Salvador, um cavaleiro cuja prestigiada carreira é, por si só, uma garantia de êxito.

Andy Cartagena reencontra-se com o Campo Pequeno, aureolado pelo triunfo de 9 de Maio, em Madrid, onde cortou as orelhas ao seu segundo toiro e conquistou a sua décima porta grande em Las Ventas.
Compartilhar:

Diogo Sepúlveda - Declarações dos Intervenientes da Corrida em Almeirim

As declarações de Diogo Sepúlveda, sobre a actuação do GFA Santarém a 29 de Maio em ALMEIRIM.

Diz-se que a História é uma ciência do presente, porque o presente é um reflexo (embora não directo) do passado. A relação entre o passado e o presente escreve a nossa história. A história é feita todos os dias e ela não para!

A ligação do Grupo de Santarém com a família Salgueiro vem de longa data (são já 4 gerações!) e de certa forma a nossa história, já centenária, tem saído engrandecida fruto da relação de ilustres Homens destas duas grandes Famílias que em muito têm vindo a engradecer Portugal e a Festa dos Toiros.

De raízes profundamente ribatejanas, a dinastia de Valada do Ribatejo começou com o seu bisavô Dr. Fernando Salgueiro, com a alternativa tomada no dia 24 de Abril de 1938 na praça de toiros do Campo Pequeno, depois o seu avô Fernando Salgueiro, primeiro cavaleiro tauromáquico a tomar a alternativa na Monumental Celestino Graça a 2 de Junho de 1968 e depois o seu pai João Salgueiro, a tomar a alternativa na Monumental de Almeirim a 29 de Maio de 1988 numa corrida de 8 toiros onde, mais uma vez, o Grupo de Santarém marcou presença, na altura comandado por Carlos Grave.
Compartilhar:

22 de maio de 2016

“Corrida-Surpresa”: Forcados de Vila Franca com 6 “Canas Vigouroux” no Campo Pequeno

A presença do Grupo de Forcados Amadores de Vila Franca para pegar os 6 imponentes toiros da ganadaria Canas Vigouroux, constitui um dos aliciantes da “Corrida-Surpresa” de 16 de Junho, no Campo Pequeno.

O grupo comandado por Ricardo Castelo virá ao Campo Pequeno para pegar “em solitário” os seis toiros da prestigiada ganadaria Canas Vigouroux, facto que ocorre pela segunda vez no seu historial, depois de o ter feito em 1999, perante seis “Palhas”.

Ao longo de 84 anos de actividade, o Grupo de Forcados Amadores de Vila Franca de Xira, construiu historial repleto de datas do maior significado para a história da arte de pegar toiros. Por diversas ocasiões, elementos do grupo integraram selecções de forcados que se exibiram em várias partes do mundo. O grupo, que pegou em 20 de Agosto de 1992 a corrida do centenário do Campo Pequeno e a 25 de Maio de 2006, integrada no ciclo da reinauguração, tem no seu palmarés, actuações em Espanha, de que se destaca a estreia em Las Ventas (Madrid), em 1986, em França e no México.

A ganadaria Canas Vigouroux foi iniciada em 1992 com vacas e sementais de Cabral Ascensão, aumentada com um lote de vacas de Simão Malta, estas de origem Cunha e Carmo, levadas em separado. Procede da ganadaria de Cabral Ascensão, sendo o seu encaste actual Cabral Ascensão e Simão Malta. Pasta na Herdade de Emaús, na freguesia de Castanheira do Ribatejo.

Estreou-se a 15 de Setembro de 1979, na Moita do Ribatejo.
Compartilhar:

Toiro Veiga Teixeira foi Rei e Senhor em Évora

Realizou-se ontem sábado dia 21 de Maio de 2016 em Évora o 57º Concurso de Ganadarias o mais antigo realizado em Portugal, concurso disputado pelas Ganadarias de Veiga Teixeira, David R. Telles, Branco Núncio, Pinto Barreiros, Cunhal Patrício, Passanha onde estavam em disputa os troféus de Bravura e de Apresentação, que foram ganhos pelo toiro da Ganadaria de Veiga Teixeira com o Nº 482

Prémio Apresentação - Veiga Teixeira
Prémio Bravura – Veiga Teixeira
Compartilhar:
Anterior Proxima Inicio
Scroll To Top